1.03.2006

PROBLEMA DE ANO NOVO


OK, eu confesso: estou com um sério problema.

Gostaria de uma mensagem positiva, para começar o novo ano. Para isto, tenho assistido à TV, lido as notícias na Internet e até encarado a imprensa escrita, tipo jornais, Isto È, Veja e outros pasquins.

Entretanto... tá difícil! Na TV, só Faustão, Ana Maria Braga, Sílvio Santos, Gugu, Hebe, Leão e outros bichos semelhantes. Isto, para não falar nas novelas de sempre, nos indefectíveis cantores sertanejos e nos filmes reprisados, que começam a preencher os horários, para dar férias aos apresentadores também reprisados!

De novo, mesmo, só o Lula Lelé prometendo que este ano vai ser melhor. Mas, pensando bem... onde está a novidade nisso? Ele promete a mesma coisa, há três anos... e a gente continua levando ferro!

Na Internet, piorou! É gente comemorando (ou lamentando) o aniversário da Tsunami (com “t” maiúsculo, mesmo, que aquela foi grande!), ou cientistas prevendo que qualquer dia nós, brasileiros, vamos receber uma bem maior pelos peitos. Tomara que, pelo menos, lave a corrupção; que os congressistas parem de receber milhões, para tirar “só” um mês de férias!

Vejo, também na Internet, que um cara, na Inglaterra, ganhou 39 milhões na Loteria, não foi receber e o prêmio prescreveu. Deve estar morto, o sortudo azarado; se ainda não estiver, com certeza a mulher dele vai providenciar isso, quando souber o que aconteceu! Se não for casado... bem, aí ele se mata sozinho.

Na mídia impressa, uma coisa me preocupa: cessaram as denúncias de corrupção, os comentários sobre o mensalão. O que isto significa, vocês já sabem: os deputados que foram cassados, foram; os outros, se a mídia continuar caladinha, vão ser absolvidos. E tudo vai continuar como dantes, no quartel de Abrantes... vem mais merda pra cima da gente!

Aliás, por falar em merda... este vai ser um ano eleitoral. Ou seja: outro festival de promessas e mentiras; as verbas governamentais vão ser liberadas a rodo, aparentemente para beneficiar o povo... e nós vamos pagar a conta, nos 3 anos seguintes. É de lei. A boa notícia, para os pobres, é que o salário mínimo, com certeza, vai ter um bom aumento; afinal, o Lula Lelé quer ser reeleito e tá pouco ligando para as conseqüências.

Tudo como sempre, afinal; até aqui na minha rua. Os cachorros continuam cagando bem na minha calçada, o mesmo filho da puta continua parando o carro do lado da minha casa e ligando a porra do som bem alto; a mulher do vizinho continua desfilando o seu (dela!) rabo michuruca, enquanto o marido sonha com os seus (dele!) chifres hipotéticos.

Tudo na mesma... e eu queria tanto fazer uma mensagem positiva, para começar o novo ano!!!

8 Comments:

Anonymous Anônimo said...

Realmente, sua observação é perfeita, mas, de certa forma, ainda bem que não tem nenhuma mensagem positiva, pelo menos, não nos enfarta de raiva, quando descobrirmos que foi apenas, mais um golpe político, para nos enganar. Observe: Os políticos, qual deles pensa em melhorar a situação do povo? Cada qual olha apenas seu bolso. Quanto à natureza, está revoltada com a sua destruição, pelo próprio homem. Sendo assim, brindemos aos nossos sucessos, a nossa saúde, porque aqui, conseguir ter essas coisas, infelizmente, é privilégio de alguns e rezemos para que Deus faça alguma coisa pelos outros.

9:24 AM  
Blogger Flávio said...

Pois é, anônimo, vc conseguiu o que eu não consegui: transformou o texto em uma mensagem positiva!!! :)

9:47 AM  
Anonymous Serbon said...

bem, mestre Flávio, pelo menos uma parte dos perrengues pode ser resolvida: mude de casa. assim escaparás do cachorro cagão, do pagodeiro surdo, da baranga que se acha e seu marido paranóico.
foi o que fiz e não me arrependi. assim escapei do seu Mathias, por exemplo, cujo perfil traçarei no meu blog.

8:43 PM  
Blogger Flávio said...

Taí, Serbon... boas dicas! O problema é que gosto muito da casa, onde meu circo já tá todo armado!Vou ver se acho outra solução, viu? :)
Agora, cá pra nós... conhecendo seu blog, tou até com pena do seu Matias! ;)

10:03 AM  
Anonymous paulo said...

Mestre Flávio, até que eu estava com boas expectativas para o ano que vem, mas, depois de ler vosso texto, convenci-me, matematicamente, de que isso não será possível.

2:50 PM  
Blogger Flávio said...

Dom Paulo, esta nossa candura é uma coisa que me encanta: sempre acreditamos num ano novo mais feliz; apesar da convocação extraordinária do Congresso, do mensalão e do fato inegável de que o Lula Lelé pode ser reeleito! :)

8:46 AM  
Anonymous permaganato said...

Mestre Flávio, faço côro ao teu pouco otimismo - ou diria, realismo.

12:36 PM  
Blogger Flávio said...

Permanganato, bom te ver de novo: tava sentindo sua falta aqui no blog. Mas, realmente, não dá pra ser otimista, com estes políticos que temos...

1:23 PM  

Postar um comentário

<< Home