11.06.2014

JUIZ É DEUS!


  
Mesmo neste País, de tantos absurdos, fiquei surpreso ao saber que estamos firmando jurisprudência neste sentido!
Deu na internet: uma agente de trânsito, no RJ, foi condenada a pagar R$ 5.000,00 de indenização a um juiz de direito, por ter dito que “Juiz não é Deus”, quando o meritíssimo tentou dar uma “carteirada” ao ser detido numa blitz, por dirigir sem habilitação e sem documentos do carro.
Dá pra acreditar nisso?! Segundo o outro meretriz (perdão: meritíssimo) que deu a sentença, a agente foi “ofensiva e debochada” e desrespeitou a autoridade do juiz infrator (que, segundo o noticiário, já havia sido parado em outra blitz e recusado o teste do bafômetro).
No meu entender, o próprio infrator desrespeitou a dignidade do cargo, tentando colocar-se acima da Lei. Como fica uma nação onde os encarregados de fazer cumprir as leis não são obrigados a cumprí-las? Boa pergunta, não é?
Além de ridículo, o incidente é perigoso. Jurisprudência, até onde sei, é usar as decisões anteriores de juízes, como base para novas decisões judiciais; a menos que eu esteja enganado, é uma prática consagrada em todos os tribunais, de todos os países.
Ao punir um agente oficial por ter dito que “Juiz não é Deus”, o meretriz (perdão: meritíssimo) que assim decidiu firma jurisprudência sobre o assunto; e levando o raciocínio um pouco mais longe, praticamente deixa registrado que juiz é Deus; e pode fazer o que quiser.
Mais: se considerarmos que ele é também juiz, ao prolatar tal decisão não estaria o digno magistrado “decidindo em causa própria”? Diante da possibilidade de pagar uma quantia dessas, qualquer agente de trânsito não pensaria duas vezes antes de multar um juiz? Por mais certo que estivesse, diga-se de passagem!
Perfeito retrato do país onde vivemos, o vergonhoso episódio teve um lado positivo: o repúdio da sociedade organizada, que já suporta mais tanto abuso e tanta corrupção, principalmente por parte daqueles que deveriam defender a lei e a ordem.
Em menos de 24 horas, a “vaquinha” (pela internet) para ajudar a agente a pagar a multa, arrecadou mais do que o dobro do valor necessário! Isto prova que, finalmente, o nosso povo está adquirindo consciência política e apoiando aqueles que fazem valer a cidadania, coibindo os abusos. E mostra também porque os poderosos querem amordaçar a  internet.
Talvez nem tudo esteja perdido. E, já que estamos falando em juízes, talvez esteja na hora de lançar um novo grito de guerra, como foi o das “Diretas Já”.
Volta, Barbosão!

7 Comments:

Blogger Olhos de mel said...

Da pra acreditar, Flávio, porque estamos falando de Brasil. Aqui tudo é possível. Já nada me surpreende! Assim como, não acredito que a denúncia nos meios de comunicação, vá reverter a situação em favor dela. Ao contrário; me preocupa o que eles podem fazer com essa moça.
Ao ouvir a reportagem, me lembrei daquele chavão muito usado por aqui: você sabe com quem está falando?
Aff! Só aqui mesmo acontecem essas coisas.
Belo post! Beijos

12:12 PM  
Blogger Chato de Plantão said...

Nossa situação é desesperadora, ainda mais se considerarmos os herois nos quais o povo teima em acreditar e recorrer...

9:04 AM  
Anonymous Anônimo said...

É o sujo falando do mal lavado. Juízes se acham Deus, e estes agentes de transito se acham Filho Unigênito. E quem vê pensa, e até parece, que essa agente é uma respeitadora exemplar da Lei. Só quem é parado nestas operações é que sabe da arrogância destes agentes, que chegamos a torcer para que apareça uma autoridade para prender um desses. E ai de quem tiver com o IPVA atrasado. Aí sim, você será considerado um criminoso hediondo. E se tentar argumentar com estes "agentes", é ameaçado de prisão ou pena de morte pela "ótoridade máxima". Ela foi condenada não por tentar fazer com que a lei fosse respeitada, como ela está tentando fazer crer, pois se assim o fosse, ela teria aplicado a multa e pronto. Mas foi arrogante julgando-se acima da lei, achando que pode desrespeitar quem quer que seja. Só que desta vez não era um pobre mortal, e sim um juíz. Essa agente é tão "arrogante" que se acha acima da Justiça, dizendo que faria tudo de novo.

10:31 AM  
Anonymous Flavio said...

Bem dito, Olhos de Mel: só mesmo aqui. Eu, sinceramente, espero que, diante da repercussão na mídia, esse Juiz receba, ao menos, uma "puxada de orelhas" do doutros magistrados. E tenha a decência de doar esses 5 mil (que não lhe fazem falta) para a caridade. Bom fim de semana.

10:36 AM  
Anonymous Flavio said...

Como o Barbosão, né, Chato? ;) Não é bem que eu acredite nele, não; mas, como já reza o ditado, "em terra de cego, quem tem um olho é rei". :) Bom fim de semana!

10:43 AM  
Anonymous Flavio said...

Eu entendo a sua colocação, Anônimo, e acho que tem lógica; realmente, muitas dessas pseudo autoridades são arrogantes ao extremo. Mas como ela saberia que o cara é juiz, se ele não tivesse tentado dar a "carteirada"? E só em tentar, acredito, já estava errado! :)

10:44 AM  
Blogger Nighel Hamilton said...

Super Man is my favorite Hero... Thanks for Sharing.
View Website Alaska Fishing Lodges click here

11:50 AM  

Postar um comentário

<< Home