10.07.2014

SIMPLES ASSIM


Acabou o primeiro turno das eleições.
Talvez não seja o momento de fazer um balanço; ainda vamos voltar a votar, para escolher o presidente. E este, confesso, é um processo que não entendo: por que dar mais trabalho aos eleitores e mais despesa ao País? Não seria mais simples e funcional decidir logo tudo num turno só e dar posse ao mais votado?
Será que a vontade do povo vai mudar, em pouco mais de um mês? Duvido. E, sinceramente, não é isso que a experiência mostra. Não me lembro de um único caso em que o vencedor do primeiro turno tenha sido derrotado no segundo.
Acho que isto tem origem na nossa cultura futebolística. Afinal, aqui no Brasil todo campeonato tem que ter uma grande final; de preferência em dois jogos, para dar mais renda. Ainda bem que as coisas estão mudando e já estamos adotando o sistema de pontos corridos, bem mais lógico e barato para o povo. Talvez um dia esta praticidade também chegue à política.
Há 16 anos, trabalho com política e políticos. Hoje, não estou resistindo à tentação de fazer o meu exercício de futurologia; e quero me arriscar a queimar a língua, dizendo a vocês que, apesar de toda aquela onda de protestos que varreu o País durante a Copa, não tenho a menor dúvida: vai dar PT de novo. E de goleada. 
Por uma razão muito simples: o maior cabo eleitoral do PT é a fome. E contra a fome, não há argumento ou raciocínio que funcione; não adianta. Desenvolvimento, educação, saúde, inclusão social, mobilidade urbana, são palavras que só significam alguma coisa para quem tem a barriga cheia e um teto sobre a cabeça. Ainda que a comida seja só farinha e feijão e o teto seja uma folha de zinco.
É simples assim. Nem me dei ao trabalho de olhar os índices de votação por cidade, mas tenho certeza de que as maiores votações do PT ocorreram exatamente nos lugares mais pobres; onde a população mais depende de Bolsa Família, Bolsa Escola e outras benesses do governo. Facilidades que o PT garante que vão terminar, se outro partido ganhar.
É terrorismo? É. Mas funciona; até porque o brasileiro, por índole e cultura, é indolente e gosta de pensar que tira vantagem em tudo. Não foi por acaso que os estúdios Disney escolheram o Brasil, para ser a terra natal e o habitat do Zé Carioca. Simpático, preguiçoso e malandro, ele continua a ser o retrato do nosso povo; não há como negar.
Esta é a realidade. E não adianta os “evoluídos” de outras regiões xingarem os nordestinos e nortistas, pela votação que dão ao PT; com isto, só demonstram ignorar as reais condições de vida da população, nestas regiões tradicionalmente ignoradas pelos nossos presidentes, quase todos originários de cidades e estados privilegiados. Basta ouvir “Vozes da Seca”, de Luiz Gonzaga, que eles vão entender melhor; e a letra foi escrita em 1953.
Entretanto, à medida que esses programas assistenciais e eleitoreiros vão diminuindo a fome, as pessoas começam a pensar e a ter outros desejos. Vão desejando ter sapatos, roupas, moradia digna, escola melhor para os filhos, atendimento médico decente, segurança pública, cidades mais estruturadas e serviços públicos de qualidade. Coisas que deveriam ser direitos básicos de todo ser humano.
Ninguém pode deter a evolução, como já descobriram os dinossauros. Um dia, o País vai evoluir e as coisas vão ser diferentes.     

Mas, desta vez, ainda vai dar PT! 

4 Comments:

Anonymous Anônimo said...

Mas somos brasileiros e não desistimos nunca! Sempre há uma luz no fim do túnel. Não acho que os 20% de Marina migrará para Dilma, mas acho que pelo menos 70% de Marina migra para Aécio. Impossível acabar com as Bolsas, isso teria que virar direito constitucional do povo. Acabava de vez com esse terrorismo. Mas acho também que, um pouco mai$ de investimento, o PT vira e$$e jogo. Vamos aguardar...

4:06 PM  
Blogger Olhos de mel said...

Eis aí uma grande verdade, Flávio! Infelizmente eles vão usar esse artifício, em nome da boa fé, para se perpetuarem no governo. Pior é que vejo muitos esclarecidos, que não dependem de bolsas, cotas, ou qualquer programa social, defenderem a reeleição deles ferrenhamente.
Acho que o País, perdeu a noção do que é ter caráter, moral, bons costumes. Pouco importa o número e gravidade dos delitos cometidos.
Infelizmente, eu que ajudei a colocar essa corja no governo, arrependida, vejo quão vai ser difícil tirar.
Vamos ter Ali Baba por muitos anos e aumentando cada vez mais os ladrões da sua corja.
Belo post! Beijos

5:42 PM  
Anonymous gal said...

Não vou comentar,só te dizer que gostei da sua reflexão,esperava que fosse assim,comentar seria agredir,só peço que aguardem o desenrolar da campanha,vamos ver quanta sujeira vai sair debaixo desse tapete, que ficou escondido por muitos anos,essa era a prática,tenho certeza,porque tenho boa memória, o PT vai ser fichinha.
Só não aceito,que por uma opção politica vc seja taxado de sem caráter,imoral e não praticante dos bons costumes.Desse jeito pra que democracia????

7:29 PM  
Blogger Sharone Pagasa said...

very informative post for me as I am always looking for new content that can help me and my knowledge grow better.


We saw Shoretel Support

1:58 AM  

Postar um comentário

<< Home