6.03.2007

POR UMA VIDA MELHOR


A convite do Lino , participo da blogagem coletiva; por um planeta com menos sujeira e mais respeito à vida.

Não tenho dados exatos, nem técnicos, sobre o assunto. Claro que me preocupa e tenho lido muito sobre ele; mas, confesso, não realizei nenhuma pesquisa específica para esta postagem.
Também, não achei que fosse necessária: todos os dias, vemos notícias de poluição, sujeira e agressões ecológicas. Animais morrem, florestas são destruídas; rios, mares e até a própria atmosfera são poluídos. E por quem? Pelo dito homo sapiens; os animais não fazem isso.
Cada vez mais, acredito que só temos essa denominação porque nós mesmos a outorgamos; as nossas atitudes a desmentem. Aprendi, na escola, que o homem é um animal racional; será? Pelo menos, concordo com a parte do “animal”.

É difícil encontrar qualquer traço de racionalidade, na destruição do próprio ambiente onde se vive. Extinguimos espécies, poluímos água e provocamos o efeito estufa, que virá causar uma verdadeira calamidade no planeta e a perda de milhares de vidas, como comprovam estudos recentes.

Racionais? Tenho cá as minhas dúvidas. Mas, se o somos, está na hora de demonstramos isto. É preciso que a poluição seja contida, que a sujeira seja detida; que a natureza possa recuperar-se das agressões que lhe foram feitas.

Precisamos que cada um faça a sua parte. Que as palavras se transformem em ações. Antes de tudo, precisamos evitar as nossas pequenas contribuições para a sujeira que domina o mundo; como o uso de aerossóis, os copos de plástico jogados nas praias, ou os carros poluentes.

Precisamos buscar uma reeducação. Os governos devem ser pressionados, para que sejam aprovadas leis contra a poluição, a sujeira e o desmatamento; precisamos conscientizar os nossos filhos, para que protejam a natureza.

Tenho visto uma propaganda, na TV, que me impressiona e muito: depois de cenas de tragédias, como inundações, furacões e outras, surge a legenda: “Lembra como a sua geração queria mudar o mundo? Parabéns; vocês conseguiram!”. Simples e terrível, não é? Mas verdadeiro, infelizmente.

Eu não quero participar desse tipo de mudança. Prefiro acreditar que ainda haja tempo de consertar os nossos erros; de limparmos este planeta, para que os nossos filhos e netos não sofram as consequências da nossa estupidez.

Um planeta limpo significa uma vida melhor...
UPGRADE: LINO, MINHAS DESCULPAS.
Sei que parece incrível, mas a culpa é desta correria em que ando: tinha certeza de que hoje (segunda-feira, 04/06) seria o dia 05 de junho, data marcada para a blogagem coletiva; por conta desta burrada, adiantei-me em um dia na postagem.
Eu a cancelaria, para republicar na data certa; mas, como já temos comentários, não posso fazer isto. Seria um desrespeito aos amigos que já comentaram.
Assim, resta-me fazer o mea culpa e contar com a compreensão do Lino e dos demais participantes; manterei a postagem e espero, apesar da mancada, estar participando do esforço por um mundo mais limpo; por um mundo melhor.

4 Comments:

Anonymous cilene said...

Meu amigo Flavio primeiro quero agradecer sua presenca em meu blog na minha ausencia; segundo nem sei mais o que pensar sobre esse assunto...sei que vamos morrer queimados de tao quente que a coisa anda

6:26 AM  
Blogger Flávio said...

Espero que não, Cilene! Pelo que diz o padre aqui da paróquia, eu já vou pra um lugar bem quente, depois de morto! :)

12:07 PM  
Blogger Jackie said...

Olá Flávio! Passando pra desejar um ótimo domingo para vc! Bjokas!!!

12:29 PM  
Blogger Flávio said...

Brigadão, Jackie! Idem pra vc, viu? Bjs

3:41 PM  

Postar um comentário

<< Home