11.09.2006

AMOR OU PRECONCEITO?



Obrigado à querida Laura, pelas preciosidades que me enviou nos últimos dias, numa generosa cruzada contra a minha falta de inspiração.

Muito bom, todo o material; comprovaria o excelente gosto da amiga... se comprovação fosse necessária. Mas o que mais me chamou a atenção foi esta foto.

O que seria do bebê animal, se o generoso seio lhe fosse negado, em nome da visível diferença entre as raças?

A foto veio da Índia; um dos países de maior pobreza no mundo. E, pelo tipo da mulher, podemos presumir que não seja rica, nem culta. É uma pessoa comum, abrindo o seu coração e oferecendo o seu seio a outro ser vivo.

Diante desta imagem, o que dizer da luta entre árabes e judeus? Da discriminação racial, da violência contra os homossexuais, da xenofobia, da intolerância religiosa, da aversão e condenação implícita aos aidéticos, da perseguição aos que são diferentes?

A lógica nos aponta que Deus é único, não importa quantos nomes Lhe demos. A globalização derruba fronteiras, a ciência nos diz que ninguém escolhe ser homo ou heterossexual, como não escolhe a cor da própria pele; e nada disto torna um homem superior a outro. Entretanto, o preconceito nos divide.

A verdade é que tememos o que é diferente; esquecidos de que nem irmãos de sangue são iguais entre si. Nem os dedos da mão o são, já ensina o velho ditado; e exatamente por isto se complementam em suas funções.

Somos diferentes, sim; e isto apenas enriquece a vida. E nos torna melhores e mais sábios, na medida em que nos esforçamos para compreender os outros. Talvez alguém a quem amamos venha, um dia, a precisar dessa compreensão.

Talvez a maior lição a ser aprendida seja a de que, diferentes ou não, somos iguais, diante de Deus; quanto mais cedo a aprendermos, mais fácil a vida se tornará para todos nós.

No próprio raciocínio, encontramos o maior argumento contra o preconceito: se vivemos todos na mesma casa, melhor será se o fizermos sem brigas; respeitando as nossas diferenças e apoiando-nos mutuamente.

Mas é no amor, que encontraremos a força para erradicá-lo de nós. E construir um mundo novo, no qual sejamos verdadeiramente irmãos.

Utopia? Talvez. Mas uma foto como essa, que no primeiro momento me chocou, agora me renova a esperança!

42 Comments:

Blogger Laura said...

Meu caro, obrigada pela citação e elogios, eu gosto de dividir tudo, acho mto solitário ver e não mostrar aos amigos, assim é melhor, né?
Esta foto é linda e chocante mesmo.
Teu post ficou ótimo, vc sempre pensa em cima dos fatos, isto é legal, bom para todos nós.
Um bj Laura

9:01 PM  
Blogger Dono do Bar said...

Somos só uma coisa. Viemos do mesmo lugar, pela mesma Mão. Preconceito é para os pobres de espírito.

Abraços.

DB.

9:06 PM  
Anonymous Márcia(clarinha) said...

Flávio querido
ser solidário nesse mundão de hoje em dia é o mínimo que se deve ser para viver melhor uns com outros.
Essa foto não me choca mas me causa desconforto, sem preconceitos,apenas me assusta[nem eu entendo pq:( ]
linda noite
beijosssssssss
*e Laura é maravilhosa,rsss

10:37 PM  
Anonymous Lúcia said...

Flávio, parabéns pelo post. Tenho dito sempre, que só através do amor poderemos transformar pessoas e consequentemente o mundo. Porque esse sentimento não discrimina e não conhece fronteiras. É triste ver que ainda hoje, com tantos avanços em todos os campos, sofremos com tantos absurdos, tão bem citados no seu texto. Sei que não podemos transformar a humanidade, mas podemos fazer a nossa parte, mostrando o quanto estamos indignados.
Bjs.

11:21 PM  
Blogger Flávio said...

Laura, obrigado. Qt à citação e elogios, não agradeça... foram plenamente merecidos! :) Bjs

11:52 PM  
Blogger Flávio said...

DB, a idéia é exatamente essa. Ninguém é mais do que ninguém, senão por seus pensamentos e ações. Abração

11:54 PM  
Blogger Flávio said...

Clarinha, eu entendo, sim. Só não saberia te explicar. Mas acho que é pq tememos o que desconhecemos... vc entende? ;) Bjs

11:56 PM  
Blogger Flávio said...

Lúcia, obrigado. Mas a transformação é lenta, eu sei. Confesso que ainda estou lutando contra isso, em mim mesmo... Bjs

11:57 PM  
Blogger Jéssica said...

Teoricamente devemos reconhecer o direito que o outro tem de ser diferente da gente, no modo de pensar, agir e ser, mas no nosso dia-a-dia não é fácil, mas tb não é impossível, basta cada um fazer a sua parte. A diversidade entre as religiões é um bem. A unidade abole a divisão, mas respeita as diferenças. Deus é amor e os fez igual.
Belo texto, Flavio, como sempre... e a imagem, linda, tocante... Vejo nela, amor e solidariedade. Um beijo*.*

11:58 PM  
Anonymous Marconi Leal said...

O preconceito é uma tolice sem tamanho, não é, Flávio? Acho que a maioria pensa como nós, por isso não creio que seja utopia. É preciso agir. Como a mulher da foto fez. Abração.

12:15 AM  
Blogger Lia Noronha said...

Flávio: td tem seu significado maior...e vc expressa bem isso nos seus textos...Obrigada pelas visitas so meu Cotidiano.Bom feriado pra vc.Bjus

8:42 AM  
Blogger G. Pinheiro said...

Pois é, rapaz. O que seria de nós hoje se o seio fosse-nos negado na infância por causa disto ou daquilo?

Ótimo post, abraço Flávio

9:05 AM  
Blogger Mani said...

Flávio, adorei o texto!
Penso que no fundo sabemos que somos iguais, e por isso tentamos tanto nos diferenciar, uma especie de sobrevivencia do ego. um abraço!

10:09 AM  
Blogger Marcia said...

Flavio eu adorei a imagem desde o primeiro momento que a vi quando abri o blog. E esse texto não tem nada, absolutamente nada de utópico :)

10:26 AM  
Blogger Tina said...

Ótimo post Flávio, concordo plenamente com DB.

beijos,

11:42 AM  
Anonymous cilene said...

Essa foto e a prova maior de que a solidariedade e possivel ate na miseria..

2:25 PM  
Blogger Paulinho said...

Agora é chegada a hora daquela nossa cerveja!!!!!

3:16 PM  
Anonymous Chris said...

clap clap clap!!! Lindo post!!! Se mais pessoas pensassem assim com certeza o mundo seria melhor!

O amor tudo pode e tudo transforma e não falo sobre o amor romântico e sim sobre o amor supremo! Aquele que nos salva, iguala e liberta!

Um dia, será assim! Amém!

Um lindo final de semana pra ti! Bj

3:26 PM  
Blogger Flávio said...

Jess, pena que a teoria e a prática tb são diferentes, né? ;) Mas a gente consegue, tentando!... Bjs

3:54 PM  
Blogger Flávio said...

Marconi, com certeza é preciso agir... e antes que esses preconceitos se disseminem mais! Abraço gde

3:56 PM  
Blogger Flávio said...

Obrigado, Lia. Gosto de escrever para as pessoas que buscam esse significado maior. :) Bjs

3:57 PM  
Blogger Flávio said...

Gabriel, são coisas a se pensar, né? Gosto de ver pessoas jovens, como vc, já preocupadas com esses temas. Me faz acreditar num futuro melhor. Abração

3:58 PM  
Blogger Flávio said...

Mani, é um pensamento interessante, sim. Talvez nos assuste o ver-nos refletidos em alguém diferente de nós... bem possível. Bjs, tks

3:59 PM  
Blogger Flávio said...

Márcia, ainda bem que vc tb pensa assim. Um dia a gente transforma a utopia em realidade! E o lançamento, hein? Pode fazer comercial aqui, viu? Você pode! :) Sucesso.

4:01 PM  
Blogger Flávio said...

Tina, eu tb concordo com vcs! Mas já disse isso, né? ;) Bjs

4:02 PM  
Blogger Flávio said...

Cilene, já disse o Gibran: "Vós pouco dais, quando dais de vossas posses. É quando dais de vós mesmos, que realmente dais". Lindo, não é? E tudo a ver. :) Abração, bom fds

4:05 PM  
Blogger Flávio said...

Paulinho, numa sexta... é sempre uma boa!!! E não precisa ser Antarctica. :)

4:06 PM  
Blogger Flávio said...

Esse mesmo, Chris... esse é o amor que mais nos faz falta! :) Bjs, divirta-se no fds

4:08 PM  
Anonymous Júnior said...

Flávio, grande texto e a foto é um arraso. Muito bom!

6:10 PM  
Blogger Vera Fróes said...

Flavio, achei linda a foto e o seu texto foi primoroso. Preconceito é um mal que tem que ser exterminado. Pode ser utópico, mas não podemos deixar de sonhar.

Bjos.

7:28 PM  
Anonymous Enoisa said...

Flávio, quando vi essa foto fiquei por um momento chocada...depois, vi nela o retrato da solidariedade. Concordo com seu texto. Abraços!

12:56 AM  
Blogger Flávio said...

Júnior, tks... mas vc vai concordar que a foto já impõe o texto! :) Abração

1:07 AM  
Blogger Flávio said...

Vera, é por aí. São os sonhadores que constroem um mundo novo! ;) Bjs

1:08 AM  
Blogger Flávio said...

Enoísa, a foto tb me chocou, num primeiro momento. Tamos de acordo, então! :) Bjs

1:09 AM  
Blogger Flávia Sereia said...

Olha, o homem tem muito o que aprender com os animais, mas muito mesmo.

bjs

2:37 AM  
Blogger Flávio said...

Xará, Walt Disney já dizia isso... e tava certo! :) Bjs

2:47 AM  
Blogger Ricardo Rayol said...

Olha, Deus pode ser um só mas a forma que cada religião explora os royalties é que dana tudo.

4:24 AM  
Blogger Flávio said...

Ricardo, isso é exatamente o que eu penso... e já disse aqui: o problema tá nos sacerdotes. :) Abração

11:34 AM  
Anonymous Márcia(clarinha) said...

Lindo sábado querido, já com solzinho tímido sob as nuvens,rss
beijosssssssssssss

11:34 AM  
Blogger Flávio said...

Clarinha, tks... eu tou aqui torcendo pra que o sol saia, mesmo! :) Bjs, bom fds

11:49 AM  
Blogger Rita Contreiras said...

Como esa imagem fala, Flávio! É um tpa e um afago. Como somos pequeninos nos nossos julgamentos! Obrigada pelos presentes que vc nos envia e que nos mobiliza tanto a alma. Grande abraço.

5:07 PM  
Blogger Flávio said...

Rita, somos realmente muito pequeninos... ainda! Mas quero crer que estamos crescendo. ;) Bjs

6:22 PM  

Postar um comentário

<< Home