2.15.2006

ELEIÇÕES PRESIDENCIAIS – PARTE 2006


Vêm aí as eleições. E, enquanto se faz uma patética (porque inútil) tentativa de proibir o Caixa 2 dos demais candidatos, o Lula utiliza Caixas 2, 3, 4, 5 e muitos outros, liberando verbas para projetos eleitoreiros.

O povão gosta, porque aparentemente é beneficiado. Mas não é preciso ser muito inteligente, para saber que vamos nosfu, quando a eleição passar. É o dinheiro público, que está sendo gasto... adivinhe-se quem vai pagar a conta!

Por enquanto, fora a descarada jogada do Lula, o que está acontecendo é a revoada de possíveis candidatos, como urubus, em torno desta tentadora carniça que é a grana dos nossos impostos.

Tanto para me divertir, como para testar as minhas aptidões de vidente, resolvi listar neste post os que (acho, até o momento) serão candidatos, e a minha opinião sobre eles. Se eu estiver certo, estamos ferrados, ganhe quem ganhar! Vamos ver?

LULA - Candidatíssimo, o único até agora. E deve ganhar, mesmo porque está usando a máquina e o nosso dinheiro; os seus índices melhoram a cada dia. Não pretendo votar nele, a menos que alguém me responda à seguinte pergunta: por que estas medidas para beneficiar o povo só estão sendo tomadas agora? Por que esperaram 3 anos?

ELOISA HELENA – É o Lula de ontem: cheia de palavras de ordem, boas intenções e indignação contra os “corruptos”, mas sem nenhuma experiência administrativa. A votar nela, prefiro o próprio Lula, que pelo menos já aprendeu um pouco, nestes 3 anos, embora à nossa custa. Deus me livre de começar tudo de novo! Prefiro o que já está na metade do caminho.

GERALDO ALCKMIN – Não tenho maiores informações sobre a competência do picolé de chuchu. Mas sei que ele foi com muita sede ao pote, antes da hora, e agora está caindo Serra abaixo. Parece ridículo, mas o Governador só vai ser candidato se o Prefeito desistir. E mesmo assim, só pra aparecer. Se ele for o candidato do PSDB, Lula ganha no primeiro turno.

JOSÉ SERRA - Pra mim, é uma geléia de chuchu, e sem açúcar; muito bom pra perder eleição, e só ganhou da Marta porque ela mesma se azarou. Mas talvez eu esteja errado, porque é o segundo colocado nas pesquisas; se assim for, peço que os leitores paulistanos me corrijam. De toda forma, se as pesquisas continuarem como estão, acho que não vai ser candidato: mais vale uma prefeitura na mão, do que duas presidências voando!

GAROTINHO – T’esconjuro! Pé de pato, mangalô, três vezes! Ou, para combinar com a sua (dele) declarada vocação evangélica, Deus nos livre! Mas, se esta campanha for confirmada, deverá ter o maior Caixa 2 da história: soube que todas as chefias de morros do Rio já estão prontas para contribuir...

NELSON JOBIM – Respeitado, sem dúvida; mas sem experiência. Uma coisa é lidar com espertalhões à distância, pelas vias jurídicas; coisa bem diferente é lidar com eles no dia-a-dia, e precisar do seu apoio para tentar fazer um bom governo. Acho que ele se perderia nos caminhos da burocracia.

Na minha opinião, estes são os principais pré-candidatos; outros como Roberto Freire, serão meros figurantes do espetáculo, aproveitando para ganhar projeção nacional.

E, por falar nisto, será que o ENÉAS vai ser candidato? Pelo andar da carruagem, ele é uma das minhas três únicas esperanças. As outras duas são: lançar a candidatura do ACM, ou chamar os militares de volta.

É como eu já disse: tamos ferrados!


(Ilustração: Paulinho Couto)

8 Comments:

Anonymous Serbon said...

Flávio, uma informação preciosíssima para este post:
Geraldo Alckmin, o picolé de chuchu, é da Opus Dei.
Você votaria num sujeito que para de 'fornicar' com a patroa(um pedação de mau caminho, diga-se de passagem) e uma vez por semana passa o dia inteiro com um arame farpado enterrado na coxa???

4:27 PM  
Blogger Flávio said...

Serbon, obrigado pelo esclarecimento, mas eu não votaria em nenhum deles, mesmo; ainda mais sabendo disto. Já pensou se ele resolve se vingar do arame farpado, enterrando outra coisa no rabo do povo?
Agora... dá pra vc me conseguir o telefone da pobre senhora? Dá a dica completa, vai! :)

5:09 PM  
Anonymous Serbon said...

é só passar no Palacio dos Bandeirantes! o único problema é se a primeira-dama resolveu seguir os passos do maridão carola...

9:49 PM  
Blogger Flávio said...

Serbon, no palácio? É esparro... se eu fizer isso, ele vai querer o meu voto! :)

6:27 PM  
Anonymous Anônimo said...

Pior que todos são farinhas do mesmo saco. E no meio desse balaio, não se vê nenhuma perspectiva de melhoria. Já fico até imaginando quando começar o porre do horário eleitoral. Será que o povo ainda acredita em algum deles? Nem ACM nem Enéas. Precisamos reformular totalmente este cenário político que aí se encontra.

8:33 PM  
Blogger Flávio said...

anônimo, realmente são. Talvez tenha sido por isto que tentaram proibir essa expressão, qd fizeram aquela cartilha do "politicamente correto".
Só discordamos numa coisa: eu acho o horário eleitoral gozadíssimo. Rio muito com as besteiras e a cara de pau dos malandros! :)

6:00 PM  
Anonymous Júnior said...

E bota ferrado nisso, Flávio. Pelo jeito que a coisa vai, é Lula na cabeça. De novo!

11:12 AM  
Blogger Flávio said...

Pois é, Júnior. E disto mesmo que eu tenho medo. Se não surgir algum candidato decente, vou ter que votar nele. Aquela história do mal menor...

8:45 AM  

Postar um comentário

<< Home