8.13.2006

ALÔ, PAI!


Eu não ia fazer esta postagem hoje. Porque acredito que é um dia de alegria, não de saudade.

Mas entendi que a saudade não é, necessariamente, tristeza. Pode ser a alegria das lembranças. Porque não sentimos saudade senão daqueles que amamos.

Assim, deixem-me curtir a lembrança de um jogo de damas; ou de um momento na praia, ou apenas de um instante de silêncio a dois.

Enquanto ele esteve por aqui, talvez jamais eu o tenha entendido muito bem. É aquela história do conflito de gerações. Mas a verdade é que me sentia bem ao seu lado. E gostava de estar com ele.

Isto é o que posso dizer. E espero que meus filhos, que hoje enchem a casa de alegria e comemorações pelo Dia dos Pais, amanhã possam dizer a mesma coisa de mim. Que a minha lembrança é uma fonte de alegria.

E de saudade.

37 Comments:

Anonymous paulocouto said...

Ainda não sou pai, mas tenho alguma experiência em conflito de gerações e posso dizer, meu velho, que isso é fundamental para a criação do caráter. E, apesar das discordâncias, da falta de tempo e da distância, quando chegar esse dia confuso e misterioso da sua partida, esse filho seu se lembrará de ti com saudade e admiração e assumirá a importante e prazerosa tarefa de manter viva sua memória.

Mas isso é tema de futuro distante: agora é tempo de parabenizar e agradecer. Não gosto de chamar outras pessoas de pai em respeito e reconhecimento ao meu velho ogro, mas, com o senhor, não tenho escolha. Obrigado e parabéns.

5:06 PM  
Blogger Flávio said...

Paulinho, obrigado. Com todo respeito e a licença de Paulão,tb conto vc entre meu filhos. Mas esperemos que esse futuro esteja um bocado distante! :)

5:20 PM  
Anonymous junior said...

Flavião,
Hoje é um dia feliz amigão, como voce mesmo disse, saudade é uma coisa boa tb. É sinal que amamos e fomos amados.
Feliz dia dos pais procê meu broder.

5:31 PM  
Anonymous Anônimo said...

Flávio essa é a ordem natural da vida. Os conflitos fazem parte, mas o que mais importa é o que sentimos e isso nos acompanha por toda vida. Pais e filhos são amores eternos. Hoje em sua mais forte lembrança e nessa saudade, ele esteve a seu lado.
Poxa super simpático, viu? Lendo esse texto entendi perfeitamente o seu sentimento, porque lembrei da minha mãe e também me deu uma imensa saudade.

7:40 PM  
Blogger Flávio said...

Júnior, é isso aí! Há uma música que nunca ouvi, mas me amarro no titulo: "Triste é não ter de quem sentir saudade". Abração, Feliz Dia dos Pais!

12:23 AM  
Blogger Flávio said...

anônimo, por aí... saudade não é, necessariamente, uma coisa triste. Há uma doçura muito grande, na lembrança... ;)

12:26 AM  
Anonymous Rappha said...

Lindo, professor. Obrigado!

12:45 AM  
Blogger Cristiano Contreiras said...

Lindo texto, linda homenagem.

Boa semana pra ti.

1:24 AM  
Anonymous Vanessa said...

Lindo, Flávio! Parabéns pelo dia dos pais, meio atrasadinho mas de coracao. :-)
Beijos enormes,
Vanessa

2:48 AM  
Anonymous A Outra said...

Olá!

Eu sou A Outra e vim aqui te dizer que O Outro é muito enrolado e não conseguiu se decidir numa abordagem ideal para o nosso "Projeto Experimento: Um Blog Metalinguístico". Eu disse que não existe uma abordagem ideal, mas, sabe como são os homens, né? Então o deixei falando sozinho e estou aqui te convidando para conhecer nosso blog!

Apareça!

A Outra.

5:27 AM  
Blogger Flávio said...

Rappha, obrigado pelaq classificação. Mas vc agradeceu pq, mesmo? ;)

7:41 AM  
Blogger Flávio said...

Cristiano, obrigado. Que tenhamos todos uma linda semana!

7:42 AM  
Blogger Flávio said...

Brigadão, Vanessa. Espero que o Renato, vc e o Mateus, tenham passado um Dia dos Pais bem legal! :)

7:48 AM  
Blogger Flávio said...

a outra, é isso aí. Já saí aqui do blog e já fui lá, ver o outro... ;) Abração.

8:32 AM  
Anonymous cilene said...

que assim seja..porque somos o retrato dos nossos pais

8:44 AM  
Blogger Flávio said...

Cilene, ou pelo menos o fruto deles. E precisamos lembrar disso, para que procuremos ser sempre melhores... pelos nossos filhos! :)

10:18 AM  
Anonymous Faby said...

Pai,

Pode ficar certo que sua lembrança e presença estarão sempre nos acompanhando. Minhas recordações são as melhores possíveis... dos carinhos, das conversas, das risadas e, principalmente, do grande amor.
Te amo muito !
Beijos e feliz dia dos pais!!!

11:24 AM  
Anonymous Charimann said...

tenho algumas boas recordações da minha infância com meu pai. Atualmente, eu e le só sentamos na frente da Tv pra beber cerveja e ficar conversando.

12:36 PM  
Blogger Flávio said...

Brigado, fioca. Mas não vale tentar me comover, viu? ;)

1:05 PM  
Blogger Flávio said...

Chari, aproveite bem esses momentos. No futuro, vc vai ver, eles também estarão entre as boas lembranças! ;)

1:13 PM  
Blogger Marcia said...

Flávio é um misto de pura falta de tempo com preguiça. Eu tinha prometido a mim mesma vir aqui e no Serbon ontem desejar um Feliz Dia dos Pais a vocês dois, mas não consegui. Fui almoçar com meu sogro e pro meu pai mesmo só liguei a noite :(

Mas espero que você tenha passado um dia batuta ao lado dos seus filhos :)

Beijos

1:57 PM  
Blogger Palpiteira said...

É uma pena que se leve tanto tempo para entender os pais. Bela homenagem.

Já procurei na caixa de documentos e não encontrei. ;)

Beijos.

2:16 PM  
Blogger Flávio said...

Passei, Márcia, obrigado. Menos uma, que foi almoçar com o marido e só me ligou à noite. Vc acredita numa coisa dessas? ;)

3:42 PM  
Blogger Flávio said...

Pena, mesmo, palpi, mas faz parte da vida, né? E é interessante a gente ver como o ciclo se vai renovando. :)

Bem, agora acho que só resta mesmo tentar a caixa de costura... :)

3:50 PM  
Anonymous Vanessa said...

Nossa, só agora consegui ver a foto do seu pai. Voce é a cara dele, Flávio!!! :-)

4:08 PM  
Anonymous Serbon said...

Flavio e a todos os papais, parabéns. esse teu post com o teu Velho me deu uma lagriminha nos 'zóio'.
bonito.

4:31 PM  
Blogger Flávio said...

Vanessa, dizem que sim. :) O vlho era um português de 4 costados e cheio de manias... pelo menos as manias, eu herdei! :)

5:30 PM  
Blogger Flávio said...

Serbon, pois é... vc também é papai; parabéns! :) Qt á lagriminha, não espalha não, mas eu tb derramei uma, enquanto tava escrevendo... saudade é dose!

5:33 PM  
Anonymous Rappha said...

Professor, o obrigado é porque seu texto comoveu a mim e ao velho. Nos aproximou mais ainda, no Dia dos Pais!

6:19 PM  
Blogger Cristiano Contreiras said...

Você sendo conterrâneo meu, poderia me adicionar no teu orkut, hein? que achas?

Ah, o Opiniaum merece um layout personalizado.
abraços

6:38 PM  
Blogger Flávio said...

Rappha, fico feliz por ter contribuído para isso. Nunca nos aproximamos demais, creia! ;)

6:47 PM  
Anonymous 'leandrow said...

Bela Homenagem, parabéns. :]

Abraço!

6:47 PM  
Blogger Flávio said...

Cristiano, eu não tenho orkut; só MSN. Sou um cara meio das antigas. :) O endereço é flahviocruz@hotmail.com.
Qto à personalização, sei que torna melhor o blog; o seu,inclusive, tem um visual fantástico, que valoriza ainda mais os bons textos. Mas não entendo nada disto, não... muito mal escrevo e posto! Template e outras palavrinhas, para mim são grego; porque de inglês ainda entendo um pouco! :)

7:05 PM  
Blogger Flávio said...

leandrow, brigado. Só não sei se a homenagem foi minha, ou da saudade... :)

7:13 PM  
Blogger Palpiteira said...

Acredita que nada de tesoura ainda? Bom, mas parei de procurar, agora ela que me ache. ;)

11:09 AM  
Blogger Flávio said...

Palpi, pro seu bem, espero que não. Ser achado por uma tesoura pode ser meio perigoso! ;)

6:30 PM  
Anonymous Anônimo said...

Now I am going away to do my breakfast, when having my breakfast coming over again to read more news.


Also visit my blog post - cellulite treatment

2:17 PM  

Postar um comentário

<< Home